Notícia

Exclusivo - Pastor Tom: "estou mais credenciado para ser o candidato do grupo, com apoio de José Ronaldo e Colbert"

Pastor Tom lembra que apoiou a candidatura de Colbert em 2020 desde o primeiro turno
Exclusivo - Pastor Tom: "estou mais credenciado para ser o candidato do grupo, com apoio de José Ronaldo e Colbert" Exclusivo - Pastor Tom: "estou mais credenciado para ser o candidato do grupo, com apoio de José Ronaldo e Colbert"

O Protagonista inicia nesta segunda-feira uma série de entrevistas com pré-candidatos a deputado estadual por Feira de Santana. Uma oportunidade para que exponham objetivos, metas e, principalmente, o que pensam sobre o município. O primeiro entrevistado é o ex-deputado Pastor Tom. Ele diz, entre outras coisas, que, por ter apoiado a candidatura de Colbert desde o primeiro tuirno em 2020, tem cresdenciamento maior na busca pela vaga na Assembleia Legislativa, como representante do grupo político liderado por José Ronaldo, e com o prefeito Colbert Filho. E analisa que a Igreja terá papel imporrtante em sua campanha.

O Protagonista - Quando o sr. define o partido para disputar a eleição de 2022?

Pastor Tom - Tenho conversado, sim, com vários partidos. Inclusive, tive uma afinidade com o PROS,  conversei muito com o presidente Jean, deixamos ali registrada a minha presença naquele partido, mas estamos aguardando algumas definições. E o importante é que nós vamos procurar o melhor, e que me represente. Eu quero continuar defendendo a família, a fé, os princípios cristãos, a legalidade, então um partido que seja a minha cara. 

O Protagonista - O que sua campanha terá de diferente entre 2018 e 2022?

Pastor Tom - Quanto à minha campanha de 2018 e essa de 2022, eu acho que a diferença é que eu tô visitando muito a Bahia, Feira de Santana, principalmente. Para essa eleição a gente vê o clamor do povo, tendo a espontânea vontade do povo de votar conosco, devido ao que eu sofri, essa injustiça que eu sofri de ter meu mandato cassado. Mas vamos continuar trabalhando, dando a palavra e cumprindo, honrando os nossos compromissos. Eu acho que a política está tão desgastada e nós não podemos ser iguais a quem faz política dessa forma e, graças a Deus, eu sempre fui diferente. Tive a oportunidade de participar de quatro eleições. Em 2008 eu tive a oportunidade de ser vereador de Feira como um dos mais votados; em 2012 eu tive o prazer de ficar na suplência, inclusive, naquela época, fiquei por três votos na frente de Lulinha, mas, depois de 1 ano e 11 meses, o prefeito atual na época, José Ronaldo, me chamou e eu assumi meu segundo mandato; e o terceiro mandato tive uma votação expressiva, onde eu tava sem o mandato, naquele momento, e fui para o meu terceiro mandato e, graças a Deus, tive a oportunidade de estar à frente de vários políticos de mandato, inclusive do vereador Pablo Roberto, naquela época, onde eu concorria na eleição com ele, e ele era vereador e eu não era, e tive mais votos do que ele, do que Neinha, vereadora naquela época, do vereador Roberto Tourinho também. Então, graças a Deus, Feira sempre tem votado comigo. E para deputado, você viu que a gente teve quase 30 mil votos na Bahia. Eu tive o prazer de ter quase 11 mil votos em Feira na última eleição, em 2018, sem apoio de nenhum baluarte do meu lado, sempre os menos favorecidos, os bairros periféricos, as pessoas menos favorecidas, os distritos, que eu me identifico muito. Então, vai ser uma eleição com muita força, com muita garra, com muita determinação, e sempre defendendo as minhas bandeiras, que são a família, a fé, os princípios cristãos e os menos favorecidos. E dizer, bem claro, que eu tive a oportunidade de ser deputado eleito, primeiro deputado da periferia, e isso vai comigo para essa nova eleição em 2022. 

O Protagonista - Terá apoio de Colbert e José Ronaldo?

Pastor Tom - Inclusive, estive já com os dois, e os próprios já declararam que eu sou candidato do grupo. Na última eleição para prefeito em Feira, fui o único deputado de mandato, de Feira, que apoiou Colbert desde o primeiro turno. Quero deixar bem claro e quero que seja visto isso com letras mais fortes. Eu lembro que na época da eleição, Carlos Geilson foi candidato, largou o grupo; Arimateia saiu também; Targino, enfim, todos saíram. Aí, no segundo turno, alguns desses alinharam, mas eu sempre fiquei no grupo. Então, acho que tenho até credenciamento maior em ser o candidato do grupo. Inclusive, Colbert gravou um vídeo, eu tive com Ronaldo pessoalmente, com ACM Neto, e eu não tenho dúvidas que isso vai acontecer. Continuo no grupo, não me arrependo em nenhum momento de ter votado em Colbert, de estar no grupo e vida que segue. 

O Protagonista - Qual o papel da Igreja na busca pela reeleição em 2022?

Pastor Tom - A Igreja é forte na Bahia, é uma igreja que tem grandes serviços prestados, e nós não vamos ter dificuldade nenhuma de ser o candidato da igreja, não vamos ter dificuldade nenhuma pois, na hora certa, no momento certo, vamos estar fazendo evento com a igreja e começar a fazer o trabalho dentro da igreja. Eu acho que o momento, agora, é de estar concentrado, crescer e pontuar em Feira de Santana e dar continuidade nesse trabalho, como estou fazendo, visitando os distritos. Enfim, tive a oportunidade agora de ser o primeiro na preferência do eleitorado para deputado estadual, em uma pesquisa publicada em Feira de Santana. E isto sem estar com mandato. Tem esse clamor do povo. O povo reconhece que hoje a Assembleia falta representante, um representante que realmente fale essa língua, e eu tava na Assembleia realmente representando o povo e fazendo meu papel.

Comentários (3)

Tem meu voto em São Sebastião do Passé
Esse é o deputado que o povo quer pra nossa Bahia o deputado amigo do povo pastor tom. Ou glória 🙌🏾
😂😂😂😂😂

Leia mais

Publicidades