Notícia

Vereador eleito não quer receber o salário de janeiro; "injusto"

Chuá (de óculos, ao lado do prefeito eleito Carlinhos Matos) não descarta doar o salário a instituições de caridade em Riachão do Jacuípe, caso seja obrigado a receber o provento de janeiro
Vereador eleito não quer receber o salário de janeiro; "injusto" Vereador eleito não quer receber o salário de janeiro; "injusto"

Se perguntar por Raimundo Falconeri Carneiro poucas pessoas saberão quem é, em Riachão do Jacuípe. Mas quando é citado o apelido Chuá (na foto ao lado do prefeito eleito Carlinhos Matos), a situação se inverte. Eleito vereador em 2020 pelo DEM, o comerciante causou polêmica ao renunciar ao salário no mês de janeiro de 2021.

Chuá, de 64 anos, fez uma campanha gastando apenas, de acordo o site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) R$ 3.840,45 (três mil, oitocentos e quarenta reais e quarenta e cinco centavos). Agora, anuncia que não quer receber o salário de R$ 7.500,00, que terá direito em janeiro de 2021.

Segundo Chuá justificou em entrevista ao site Bahiaon.com.br, “não é justo que tome posse no dia primeiro de janeiro, entre em recesso (férias) imediatamente e, no fim do mês, receba mesmo sem trabalhar”.

Eleito com 523 votos – o 12º dos 13 vereadores eleitos no município – Chuá garante que vai tentar todos os meios para não receber o salário de janeiro.

Segundo o site, “mesmo ouvindo de especialistas que não pode abrir mão de um direito, ele não se convence e vai lutar, inclusive, na Justiça para que a verba não entre na conta. Porém, essa possiblidade é remota”.

Indagado pelo Bahiaon se, ao receber, não poderia doar a instituições que prestam serviços sociais em Riachão do Jacuípe, Chuá diz não descartar a possibilidade, mas está convicto que não vai receber o salário.

Chuá foi candidato a vice em 2016, na chapa do prefeito eleito em 2020, Carlinhos Matos (DEM). Religioso, é uma figura bastante conhecida em Riachão, pela sua alegria, simpatia e espontaneidade. Taí um bom exemplo que poderia ser seguido por outros vereadores eleitos.

Comentários (0)

Leia mais

Publicidades