Notícia

"Tiroteio" entre rodoviários, empresas e Prefeitura sobra "bala perdida" para a população

Ônibus urbanos nas garagens, rodoviários de braços cruzados e a população usuária de transporte desassistida
"Tiroteio" entre rodoviários, empresas e Prefeitura sobra "bala perdida" para a população "Tiroteio" entre rodoviários, empresas e Prefeitura sobra "bala perdida" para a população

Reivindicações de profissionais, seja em qual área for, geralmente são justas. Principalmente relacionadas a salários – atrasos ou remuneração baixa. Porém, rodoviários em Feira de Santana, ao que parece, resolveram brincar com a população.

Na segunda-feira (25), diante de um crescente burburinho sobre paralisação da categoria nesta terça (26), diretores do Sindicato usaram microfones e espaço em sites e blogs da cidade para garantir que os braços não seriam cruzados.

Informação amplamente divulgada na imprensa feirense, inclusive no Protagonista. Mas, na prática, não foi isto que aconteceu.

Logo cedo, por volta das 4h30min, um grupo de rodoviários chegou à garagem da empresa Rosa, mas não iniciou a jornada. O mesmo aconteceu na empresa São João. Em seguida, já às 5h30min, anunciaram que assumiriam o volante dos ônibus. Informação divulgada pelo Protagonista.

Porém, ao que parece, categoria e diretoria do Sindicato não falaram a mesma língua – os diretores afirmaram na segunda-feira que a categoria aceitou a proposta das empresas. Mas, para surpresa desagradável da população que precisa dos ônibus, os carros não saíram das garagens. A categoria parou.

A Prefeitura informa que disponibilizou vans do sistema alternativo para suprir a necessidade momentânea, mas não é suficiente. Neste “tiroteio” entre empresas, Prefeitura e Sindicato, a “bala perdida” atinge em cheio os usuários.

 

Comentários (1)

Falta de respeito com os usuários, a população não pode pagar pela falta de diálogo entre eles.

Leia mais

Publicidades