Notícia

Ronaldistas veem "dor de cotovelo" em reclamações de petistas

"A equipe traçou novas estratégias e foi para as ruas batalhar"
Ronaldistas veem "dor de cotovelo" em reclamações de petistas Ronaldistas veem "dor de cotovelo" em reclamações de petistas

"Dor de cotovelo", é como políticos ligados ao grupo do ex-prefeito José Ronaldo estão chamando as reclamações feitas pelos deputados petistas Zé Neto, na Câmara Federal, e Robinson Almeida, na Assembleia Legislativa, sobre o 2º turno das eleições em Feira de Santana.  "Em vez de mostrar dignidade, respeito ao voto livre do cidadão do nosso município, que se manifestou democraticamente nas urnas, partem para uma nova campanha, fora de época e caluniosa, tentando atingir o candidato vitorioso, o prefeito Colbert Martins, e também aos próprios  eleitores, a quem eles acusam de terem participado de irregularidades", diz o líder da bancada governista na Câmara de Vereadores, Marcos Lima.

Presidente da Câmara Municipal, o vereador José Carneiro também rechaça as "acusações infundadas" dos membros do PT. "Vejam a diferença de comportamento. Quando o nosso candidato recebeu menos votos que o adversário, no primeiro turno, o que fizemos nós? Reconhecemos o resultado, não partimos para entrevistas desesperadas, não atacamos os eleitores que naquele momento deram uma vantagem para o deputado Zé Neto", diz ele.

Segundo o vereador reeleito, junto com o líder José Ronaldo, a equipe de Colbert se recolheu ao quartel, traçou novas estratégias "dentro de princípios éticos e legítimos" e foi para as ruas trabalhar  "incansavelmente para atrair novos eleitores às urnas, conquistar o apoio de lideranças importantes e virar o jogo". Para o presidente da Câmara, "queixumes" pós-fiascos eleitorais e o não reconhecimento dos méritos do concorrente vitorioso "fazem parte de uma cultura inconformista e da dor de cotovelo de quem não sabe ser derrotado".

Comentários (0)

Leia mais

Publicidades