Notícia

Joilton Freitas: As pedras de Torres

Joilton Freitas é jornalista, âncora do programa Rotativo News e editor do site Rotativo News
Joilton Freitas: As pedras de Torres Joilton Freitas: As pedras de Torres

Fernando Torres era para ter sido o vereador mais bem votado na última eleição. Ele já foi vereador, deputado estadual e federal e chegou a ser secretário de estado, além do grande poder econômico.

Só que as urnas foram madrastas com ele. Apesar de todo seu arcabouço, ele teve menos de quatro mil votos. Só é vereador, pois o fator coeficiente praticamente caiu. O seu partido, PSD, não alcançou o coeficiente eleitoral. Teve que assistir outros candidatos, com bem menos recursos, o ultrapassarem nas urnas. Jonathan Monteiro, o Rasta, teve mais do que o dobro dos votos dele.

As urnas mostraram para Torres uma realidade amarga: ele não é uma liderança política. Diante disso, ele tinha que tomar uma decisão. Ser vereador com essa inexpressiva votação seria humilhante para ele. E ser, somente, mais um vereador não cabia na cabeça do orgulhoso e vaidoso Fernando Torres.

E foi assim que se lançou candidato à presidência da Câmara Municipal de Feira de Santana. Ele estava disposto a mover céu e terra para alcançar o seu objetivo.  E isso foi feito com a ajuda de antigos e novos amigos. As duas grandes lideranças do município, José Ronaldo e Colbert Martins não participaram do processo para a escolha da mesa diretiva da Casa da Cidadania. A maior liderança da oposição, o deputado José Neto, liberou os seus vereadores Silvio Dias e Ivamberg Lima para se alinharem ao projeto de poder de Torres. O resto foi fácil. Pronto, Fernando Torres presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana.

Mas só ser presidente também começou a ser pouco. Em busca de holofotes e mais poder, ele se lançou a fazer denúncias infundadas, passou a atacar aliados de Ronaldo e Colbert. Criou o Grupo dos 10. Com o objetivo de emparedar o prefeito Colbert Martins. Em todas as sessões são constantes os ataques e ameaças de criação de CPIs.

Em sua escalada, Torres segue colecionando inimigos. O ex-vereador Alberto Nery foi o seu primeiro alvo; pouco depois Humberto Cedraz e o ex-presidente da Casa e vereador licenciado, José Carneiro Rocha.

Até o momento, ele só encontrou uma pessoa para peitar suas ameaças: o advogado Hércules Oliveira. Depois das ameaças de Torres, o advogado partiu para cima dele com toda força. Expôs na mídia o áudio das ameaças. Um áudio que é de deixar assustado e envergonhado até o mais reles ser humano, devido ao palavreado chulo e ofensivo. Torres sentiu o golpe e procurou recuar.

Fernando Torres vai continuar em busca de holofotes e espaço político. Até agora, mesmo com a pancada que recebeu de Hércules Oliveira. Ele tem conseguido manter o seu projeto. Continua a atirar pedras em todas as direções e para o alto. Pode ser que uma, um dia, lhe caía na cabeça.

(Autor: Joilton Freitas, jornalista, âncora do programa Rotativo News e editor do site Rotativo News)

 

Comentários (1)

Caro Joilton, se me permite falar, esse cara continua o mesmo arrogante e insuportável de sempre, acha que pode tratar as pessoas como seus funcionários, certa feita(anos atrás) tive que colocá-lo em seu lugar, bem como, sua empresa, que cobrava de forma indevida juros em cartões de débito e crédito nas compras dos clientes, coisa que eu cancelei depois de denúncias dos portadores.

Leia mais

Publicidades