Notícia

Elias Tergilene debocha dos comerciantes do Shopping Popular e "mata" a língua portuguesa: "eu também 'pesso' socorro"

Tergilene "tirou onda" com a cara dos permissionários ao comentar matéria publicada pelo Protagonista
Elias Tergilene debocha dos comerciantes do Shopping Popular e "mata" a língua portuguesa: "eu também 'pesso' socorro" Elias Tergilene debocha dos comerciantes do Shopping Popular e "mata" a língua portuguesa: "eu também 'pesso' socorro"

Se os camelôs relocados do centro da cidade para o Shopping Popular, e que enfrentam grave crise financeira, esperarem benevolência do empresário Elias Tergilene, podem perder as esperanças. Pelo menos é o que deixa ele claro ao demonstrar total insensibilidade com o drama enfrentado pelos permissionários do empreendimento.

Tergilene "tirou onda" com a cara dos permissionários ao comentar matéria publicada pelo Protagonista (VEJA). Através do WhatsApp, o empresário debochou do drama de quem não consegue vender o bastante para pagar os boletos e tem o box lacrado pela administração do Shoping Popular, e ainda teve as mercadorias retidas.

Ao comentar a matéria "Devendo e sem clientes, comerciantes do Shopping Popular fecham as portas e pedem socorro", Tergilene enviou ao jornalista, em mensagem pelo WhatsApp, a seguinte mensagem irônica: "Eu também 'pesso' socorro".

Além de ser extremanente cruel com o drama dos comerciantes, o empresário ainda "assassinou" a língua portuguesa, com um grosseiro erro de português: trocou "peço" por "pesso".

Frase tão jocosa parte justamente de quem deveria ter a sensibilidade para negociar o valor das taxas, principal reivindicação dos camelôs relocados para o Shopping Popular. Uma postura estranha, pois até parece que a inadimplência alegra o empresário. Talvez devido à penalidade de perda do box pelos inadimplentes.

O empreendimento caminha a passos largos para cair nas mãos dos asiáticos, como já acontece no Feiraguay. Só para ficar registrado, a ironia de Tergilene com os comerciantes do Shopping Popular foi devidamente registrada com um print.

 

 

Comentários (0)

Leia mais

Publicidades