Notícia

Eleição para Presidência da Câmara pega fogo nos bastidores

A eleição para presidente da Câmara de Vereadores de Feira acontece em 1 de janeiro, logo após a posse
Eleição para Presidência da Câmara pega fogo nos bastidores Eleição para Presidência da Câmara pega fogo nos bastidores

A eleição será apenas em 1º de janeiro de 2021, mas a disputa pela presidência da Câmara Municipal de Feira pega fogo nos bastidores. E com um detalhe importante: o “eleitorado” foi bastante renovado, com 13 caras novas na Casa da Cidadania.

Até agora, três pré-candidatos se apresentaram: o atual presidente, José Carneiro Rocha (MDB), Sílvio Dias (PT) e o ex-deputado federal Fernando Torres (PSD). As conversas de bastidores acontecem a todo vapor.

O petista, que será oposição ao governo Colbert, tem poucas chances, diante de um cenário desfavorável – por enquanto são apenas 4 vereadores na oposição, contra 17 na base governista em 2021. Mas está conversando, como informou ao Protagonista.

José Carneiro faz uma boa administração, mas tem contra si o desgaste natural de quem está no poder por mais de uma gestão. Seu perfil agregador é um ponto positivo.

Fernando Torres foi aliado de Colbert e do grupo ronaldista na eleição de prefeito. É apontado como favorito por alguns profissionais de imprensa que acompanham a política feirense.

Opinião compartilhada também por vereadores eleitos para a nova Legislatura. Três deles, consultados pelo Protagonista, veem em Fernando o futuro presidente. Porém, destacam o poder de articulação de José Carneiro.

Sobre o eleitorado, 8 vereadores novatos estarão no primeiro mandato. Foram eleitos com a mensagem de renovação na Câmara, o que pode favorecer a candidatura de Fernando. Mas uma coisa é certa: uma eventual eleição de José Carneiro ou Fernando Torres – ou outro candidato que surja no grupo -, passa pelo Paço Maria Quitéria.

 

Comentários (0)

Leia mais

Publicidades