Notícia

CPI da Saúde interroga funcionários de empresa responsável pela UPA da Queimadinha

CPI da Saúde está interrogando, na Câmara, funcionários de empresa responsável pela UPA da Queimadinha
CPI da Saúde interroga funcionários de empresa responsável pela UPA da Queimadinha CPI da Saúde interroga funcionários de empresa responsável pela UPA da Queimadinha

A CPI que investiga supostas irregularidades na Saúde em Feira de Santana, prosseguiu nesta sexta (19). A CPI da Saúde, como denominada, colhe depoimentos de representantes da Insaude, que coordena os serviços da UPA da Prefeitura localizada no bairro Queimadinha.

Os trabalhos tem na presidência o vereador Paulão do Caldeirão (PSC), Professor Ivamberg  (PT) como relator e Galeguinho SPA (PSB), membro. Participam da reunião os vereadores Pedro Cícero e Lu de Ronny (MDB) na condição de suplentes. O primeiro depoimento prestado à CPI é de Ana Paula de Jesus Amaral, que cuida do faturamento da Insaude nesta UPA. Depois dela, será a vez de mais duas funcionárias da unidade, Tainara Silva Santos e Ivete Borges.

Nesta primeira fase, conforme o relator, a CPI, que tem prazo de 120 dias para concluir os trabalhos, prorrogáveis por mais 60 dias, está ouvindo testemunhas representantes das empresas contratadas pela Prefeitura, na área de saúde. Posteriormente, serão convocadas autoridades municipais, para prestar esclarecimentos.  O resultado das apurações, prevê, deverá ser encaminhado aos órgãos fiscalizadores da administração pública.

O presidente Paulão diz que o objetivo da CPI é esclarecer as muitas denúncias chegadas à Ouvidoria da Câmara, aos meios de comunicação e aos vereadores. “Nosso papel  não é culpar A, B ou C, mas apurar os fatos e oferecer à sociedade informações verdadeiras do que for investigado, cumprindo os princípios da Lei Orgânica do Município e da Constituição”, observa.

Comentários (0)

Leia mais

Publicidades