Notícia

Círculo se fecha: restam 4 Secretarias e a Fundação Egberto Costa para Colbert definir equipe de governo

A Fundação Cultural Egberto Tavares Costa tem orçamento grande e é bastante cobiçada
Círculo se fecha: restam 4 Secretarias e a Fundação Egberto Costa para Colbert definir equipe de governo Círculo se fecha: restam 4 Secretarias e a Fundação Egberto Costa para Colbert definir equipe de governo

A montagem da equipe do governo Colbert Filho chega à reta final. Uma colcha de retalhos que exige diálogo e muita paciência. Neste sábado (30), após algumas nomeações e surpresas, o time do primeiro escalão do governo ainda não tem titulares em quatro Secretarias e uma autarquia importante.

Seguem sem titular, por exemplo, a Secretaria de Meio Ambiente. Era comandada até dezembro de 2020 por Arcênio Oliveira. Especula-se que o vereador José Carneiro Rocha sentará na cadeira nos próximos dias. Por enquanto só especulação.

A Secretaria de Administração, até chegou a ter um titular em janeiro, mas não ficou sequer uma semana. O advogado Victor Braz da Silva Azevedo, após ser nomeado, foi exonerado e nomeado em seguida secretário de Convênios e Gestões. Pode até pintar um político na Administração, uma pasta técnica.

A apagada Secretaria de Relações Interinstitucionais tinha Joedilson Machado até a sexta-feira (29) como titular, quando ele foi exonerado e nomeado, na sequência, na Secretaria Municipal de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico. Uma grande surpresa.

Relações Interinstitucionais deve ser ocupada por um político. Candidatos é o que não falta. Pode ser, inclusive, ocupada por um ex ou até mesmo vereador com mandato.

A cobiçada Secretaria de Serviços Públicos virou objeto de desejo de partidos e de muita gente que anda no Paço Maria Quitéria. Está sem titular. O burburinho de bastidores aponta para o vereador Eli Ribeiro (Republicano) como inquilino da sala do secretário, em um acordo selado no segundo turno das eleições. Faltariam apenas alguns detalhes, como número de cargos à disposição do secretário e do seu partido, para que o martelo seja batido.

Por último e não menos importante está a Fundação Cultural Egberto Costa, dona de generoso orçamento. Era ocupada pelo ex-vereador Antônio Carlos Coelho. Não deve voltar, segundo comenta-se nos bastidores. Outra vaga bastante cobiçada.

Portanto, restam poucas vagas no time de cima. O prefeito Colbert Filho, aos poucos, vai fechando o círculo, para alegria de uns e decepção de outros.

 

Comentários (0)

Leia mais

Publicidades