Notícia

Câmara de Vereadores volta às atividades com polêmica e caras novas

Os trabalhos do novo Legislativo feirense serão retomados nesta segunda-feira (01/02), pela manhã
Câmara de Vereadores volta às atividades com polêmica e caras novas Câmara de Vereadores volta às atividades com polêmica e caras novas

A Câmara Municipal de Feira de Santana volta às atividades nesta segunda-feira (01/02). Além de várias caras novas entre os vereadores, uma novidade, polêmica, deve gerar pano pra manga.

Um convênio da Câmara com o Tribunal de Justiça da Bahia vai proporcionar economia de recursos para o erário, com a substituição da empresa terceirizada que presta serviço de limpeza nas dependências dos dois prédios do Legislativo pela mão de obra de detentos que se encontrem em regime semiaberto.

Uma decisão que traz benefícios econômicos e sociais, mas vem atrelada à polêmica. O Protagonista foi procurado, neste domingo (31), por servidores concursados da Câmara, que estão apreensivos. “Não temos nada contra a ressocialização de quem cometeu crimes, mas esse convênio deve colocar na Câmara muitos apenados e, logicamente, gera um clima de incerteza e até medo”, diz um dos servidores, que pediu para não ser identificado.

Outro funcionário entende que o clima de insegurança será inevitável. “Como não ficar apreensivo?”, questiona.

O aproveitamento de homens e mulheres que cumprem pena em condição especial no sistema carcerário pelo mercado de trabalho faz parte do projeto "Começar de Novo" instituído pelo Judiciário baiano.

O objetivo inicial é integrar 10 pessoas. "Se der certo, vamos ampliar o convênio e proporcionar a um número maior de pessoas para que tenham uma nova oportunidade", diz o presidente da Câmara, vereador Fernando Torres.

 

REGIME SEMIABERTO

Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), não sendo caso de reincidência, o regime semiaberto destina-se para condenações entre quatro e oito anos. Nesse tipo de cumprimento de pena, a pessoa tem o direito de trabalhar e fazer cursos fora da prisão durante o dia, mas deve retornar à unidade penitenciária à noite.

 

2 Comentários
Anônimo

O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador Fernando Torres,


Anônimo

O presidente da Câmara de vereadores, Fernando Torres, adotou uma medida acertada, permitindo que presidiários que cumprem pema em regime semiaberto


Publicidades