Notícia

Ameaçados de despejo, permissionários de boxes no Shopping Popular protestam na porta da Câmara

Permissionários do Shopping Popular se reuniram para protestar contra o valor das taxas, considerado alto
Ameaçados de despejo, permissionários de boxes no Shopping Popular protestam na porta da Câmara Ameaçados de despejo, permissionários de boxes no Shopping Popular protestam na porta da Câmara

Permissionários de boxes no Shopping Popular foram notificados sobre a inadimplência de aluguel e taxas de manutenção do empreendimento e estão ameaçados de despejo caso não paguem até o final do mês. Um comunicado oficial do Consórcio foi entregue a cada um dono de box, na quarta-feira (20).

Alguns boxes, inclusive, já foram lacrados e as mercadorias apreendidas pela administração, devido à inadimplência dos proprietários. Tem comerciante que ainda não conseguiu pagar nem um boleto. Os valores mensais podem chegam a R$ 600, entre aluguel e taxa de manutenção.

Indignados, os permissionários se reuniram na manhã desta quinta-feira (21) e saíram em caminhada. Inicialmente até a porta da Câmara de Vereadores, para depois, segundo a coordenação do movimento, seguir até a sede da Prefeitura, no Paço Municipal Maria Quitéria. O objetivo é pedir a intervenção do governo junto ao Consórcio que administra o empreendimento, para buscar uma alternativa. "Dessa vez vamos até acampar na porta da Prefeitura, se precisar. A situação chegou ao limite", disse uma comerciante.

Com as vendas baixas, os comerciantes não conseguem levantar dinheiro para pagar as taxas. Uma crise que se aprofunda a cada mês. Vários fecharam o box e levaram a mercadoria para tentar vender de outra forma.

 

Comentários (0)

Leia mais

Publicidades